VISÃO

Tanto brilhava a luz da lua clara,
Que para ti me fui encaminhando.
Murmurava o arvoredo, gotejando
Água fresca da chuva que estancara.

Longe de prata semeava a seara…
O teu castelo, à lua crepitando,
Como um solar de vidros formidando,
Vi-o como ardentíssima coivara.

Cantigas de cigarra na devesa…
E, pela noite muda, parecia
Cantar o coração da natureza.

Foi então que te vi, formosa, imagem,
Surgir entre roseiras, fria, fria,
Como um clarão da lua na folhagem.

Oscar Rosas (1864-1925)
Poeta simbolista nascido no Estado de Santa Catarina, Brasil. Dedicou-se ao comércio e depois ao jornalismo. Foi deputado estadual, diretor da Imprensa Oficial e funcionário da Inspetoria Federal das Estradas de Ferro. Deixou muitas produções esparsas em jornais da sua terra e do Rio de Janeiro. Um dos mais fiéis amigos de Cruz e Sousa. É patrono da cadeira n° 36 da Academia Catarinense de Letras.

Anúncios

LA TENTACIÓN DE SAN ANTONIO

Es en vano que more en el desierto
el demacrado y hosco cenobita,
porque no se ha calmado la infinita
ansia de amar ni el apetito ha muerto.

Del oscuro capuz surge un incierto
perfil que tiene albor de margarita,
una boca encarnada y exquisita,
una crencha olorosa como un huerto.

Ante la aparición blanca y risueña,
se estremece su carne con ardores
febriles bajo el sayo de estameña,

y piensa con el alma dolorida,
que en lugar de un edén de aves y flores,
es un inmenso páramo la vida.

Efrén Rebolledo (1877-1929)
Nació en México, en 1877, y murió en Madrid, España, en 1929. En la ciudad de México realizó estudios de derecho llegando a ser abogado. Fue fundador de la Revista Moderna. Ingresó a la diplomacia y representó a México en Francia, Japón, Noruega y España. Su obra lírica más importante es, sin duda, Libro de Loco Amor (1916).

PROVOCAR

Provocar é o trabalho
da letra, escrita em forma,
liberta de todo cascalho
da pedra que a entorna.

Provocar o universo
e também quem mora nele
com a rima de um verso,
força de arrepiar a pele.

Provocar é abandonar
pra sempre a rotina,
vencer a onda do mar,
enternecer quem estima.

Romeu Andreazza
Nasceu em Caxias do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. Poeta, trovador, historiador, advogado, pecuarista. Sócio-fundador da Casa do Poeta Rosariense. Reside em Rosário do Sul. Participou de várias antologias. Principais obras publicadas: Vindima (1961); Passo do Rosa (1971); Família Andreazza (2002); Coleção de trovas e canções (2010).

Published in: on junho 27, 2010 at 7:29 am  Deixe um comentário  
Tags: , ,

DOIS POEMAS DE SERGINHO MACHADO

O amor é a nossa essência
Quando esta enamorar-se
Toda palavra amar será pequena

—–

Mesa de bar
Uma lua solta
A sonhar
E um sol no peito
A acariciá-la

Serginho Machado (1961)
Nasceu em Porto Alegre (RS). Usou o pseudônimo de Serginho Vianna. Publicou: Um vento sopra lá na aldeia (2001); Do infinito ciclo (2004); Haikai balão voo de coração (2006). Participou, entre outras, das seguintes antologias: Ordem da Confraria dos Poetas III; Reflexos de outono; Voo independente (2007 e 2008).

MARIAS, AMÉLIAS E CAMÉLIAS

O grupo de leitura de poemas

Marias, Amélias e Camélias convida para

Encontro Poético em

Data: 13/07/2010

Horário: 17:00

Local: Poeta Café
5º andar da Casa de Cultura Mario Quintana
Rua dos Andradas, 736
Porto Alegre – Rio Grande do Sul – Brasil

Leitura especial: Texto ” Cuide-se” de autoria do Escritor João Cony, publicado no livro Tudo o que eu posso ver, por Carmen Henke.

Fotos do ensaio no blog http://www.fernandablaya.blogspot.com

ESCRITOS 3

COLETANÊA DE TEXTOS DE AUTORES GAÚCHOS

PARTICIPE!

A Academia de Letras e Artes de Porto Alegre em parceria com a Editora Revolução Cultural está organizando o livro Escritos Vol. III, com lançamento previsto em setembro e sessão de autógrafos na conceituada Feira do livro de Porto Alegre.
Os textos deverão ser digitados em fonte times new roman, tamanho 11, espaço simples.
Enviar para o e-mail: expressoletras@yahoo.com.br.
Não haverá limite de textos, ficando o pagamento condicionado ao número de páginas depois de diagramado o texto;
O pagamento será efetuado através de depósito bancário ou pessoalmente, mediante recibo fornecido pela editora;
O prazo para envio dos textos será dia 05 de julho, não havendo limite de páginas por participante;
Custo de R$ 60,00 por página. O valor dará direito ao recebimento de 05 exemplares para cada participante por página publicada. Para viabilizar a publicação cada autor terá que escolher a modalidade de no mínimo duas páginas. Sendo que a partir de 04 páginas haverá diminuição do custo por página;
Junto com o texto deverá ser enviada uma minibiografia de cada autor (a) e foto de rosto, que irão estar no livro, antes do início dos textos dos autores.

VEJA O QUE EDITORA REVOLUÇÃO CULTURAL OFERECE:

– Revisão ortográfica dos textos
– Diagramação e arte final da capa
– ISBN e Ficha catalográfica com registro na Biblioteca Nacional
– 1º lançamento em setembro
– Autógrafos na Feira do Livro de P. Alegre
– Divulgação do lançamento do livro e seus autores na imprensa e através da Internet
– Possibilidade de lançamento do livro nas cidades onde os autores residem.

Benedito Saldanha
Pres. Academia Letras Artes P. Alegre
Fone 9336-6540/3446-4298

V Concurso Nacional PoeArt de Literatura

V Concurso Nacional PoeArt de Literatura – 2010

Inscrições de 1O de JUNHO a 20 de julho de 2010

(Preferencialmente pela INTERNET ou pelos Correios)

A PoeArt Editora institui o V Concurso Nacional PoeArt de Literatura – 2010 (depois do sucesso dos primeiros, que resultaram nas Antologias Poéticas Diversos Autores, Vozes de Aço, volumes I, II, II, IV, V, VI – NO PRELO- e na I Coletânea Século XXI ), para premiar autores de ambos os sexos, maiores de dezoito anos, amadores ou profissionais, somente residentes no país, na categoria: Poesia, em língua portuguesa, tendo como objetivo principal a descoberta de novos autores e o intercâmbio cultural entre os participantes.

Inscrições: Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 15,00 (quinze reais), podendo inscrever até cinco poesias por meio de depósito bancário em favor de Jean Carlos da Silva Gomes, Conta Poupança: 197152222 – Agência: 0352 – Banco Real. Em caso de DOC. CPF 081.601.567-82
Ao efetuar a sua inscrição, o autor estará concordando com as regras do Concurso, e, se selecionado, autorizando a publicação dos trabalhos no livro Vozes de Aço – VII Antologia Poética de Diversos Autores – 2010. Em caso de cópia indevida e demais crimes previstos na Lei do Direito Autoral, será responsabilizado judicialmente.

Tema e Apresentação:
– O tema é livre.
– Cada autor poderá inscrever de uma a cinco poesias (versos livres ou poema com forma fixa), cada uma em uma página, inéditas ou não, máximo de até 30 versos cada – as que se excederem serão desclassificadas – , fonte Times New Roman, corpo 12, digitadas somente em um dos lados da folha, onde deverá constar o título de cada poesia. Não é necessário pseudônimo. Se for enviar pelos correios:
– Uma via de cada trabalho, no mesmo envelope, mais um CD com as poesias gravadas e uma foto de perfil recente em alta resolução.
– Em anexo um envelope menor, lacrado, sem qualquer identificação do lado de fora, contendo:
– Nome completo, nº do RG, nome do concurso, títulos dos trabalhos, endereço completo, dados biográficos
(no máximo dez linhas), telefone e e-mail.

– As obras que chegarem sem esses dados não serão consideradas inscritas.
– Todos os trabalhos enviados (selecionados ou não) serão incinerados, após a divulgação do resultado.

Forma de Inscrição:
As obras deverão ser enviadas (preferencialmente pela INTERNET para: poearteditora@gmail.com) ou pelos correios, juntamente com o comprovante original do depósito, para: PoeArt Editora: Caixa Postal: 83967 – Cep: 27255-970 – Volta Redonda – RJ.
Premiação:

Os cinco melhores poemas serão publicados sem qualquer ônus no livro Vozes de Aço – VII Antologia Poética de Diversos Autores – 2010, e cada um dos cinco autores premiados receberá 3 exemplares da obra pelos direitos autorais, diploma e sua foto na contra capa do livro

A partir do 6º trabalho selecionado, os autores serão convidados a participar do livro pelo sistema de cooperativismo.

Jean Carlos Gomes / Organizador e Editor Contatos: 24 – 9993-0615 |
E-mail: jean _carllo@yahoo.com.br

Divulgadores do Concurso: http://jeancarllo.blogspot.com

Vozes Poéticas Universais: Poesia Brasileira

Vozes Poéticas Universais: Poesia Brasileira - Coordenação de Paulo Bacedônio

Vozes Poéticas Universais: Poesia Brasileira

Vozes Poéticas Universais: Poesia Brasileira - Vitor Bitencourt, César Pereira, Floreny Ribeiro, Paulo Bacedônio

Vozes Poéticas Universais: Poesia Brasileira

Vozes Poéticas Universais: Poesia Brasileira - Vladimir Cunha dos Santos, Fernanda Blaya Figueiró, Neli Germano, Alcione Sortica